Campos do Jordão, 16 de outubro de 2017.

abr
15
2008

Conheça o Amantikir, o lugar onde os jardins falam

por: - Atualizado: 15/04/2008 12:42
É comum ver pessoas conversando com flores e outras plantas. Mas no Amantikir isso é levado mais a sério. Aqui os jardins falam. É o que nos explica Walter Vasconcelos, sócio idealizador do Parque Amantikir, uma das mais novas atrações de Campos do Jordão. Com mais de 20 anos de experiência em jardinagem, o paisagista diz que achava um desperdício ver belíssimos jardins, mas que estavam reservados a apreciação de poucas pessoas.

Amantikir - Jardins que falamÉ comum ver pessoas conversando com flores e outras plantas. Mas no Amantikir isso é levado mais a sério. Aqui os jardins falam.

É o que nos explica Walter Vasconcelos, sócio idealizador do Parque Amantikir, uma das mais novas atrações de Campos do Jordão.

Com mais de 20 anos de experiência em jardinagem, o paisagista diz que achava um desperdício ver belíssimos jardins, mas que estavam reservados a apreciação de poucas pessoas.

Há alguns anos Vasconcelos vinha idealizando a criação de um espaço, que pudesse abrigar diversas formas de plantas de diferentes regiões e culturas do mundo, e que fosse aberto à visitação.

O local escolhido está situado em região privilegiada e possui uma linda vista do alto da serra. Antes abandonado, o terreno abrigava um haras em completo estado de esquecimento.

Os primeiros passos do Amanikir começaram em junho de 2006, quando a área foi arrendada para concretizar esta realização pessoal de Walter.

Após meses de limpeza as primeiras mudas começaram a ganhar espaço e o projeto conquistou a participação de três investidores, que gostaram da idéia e apostaram na criação do Amantikir.

Aberto para visitação desde agosto de 2007, o Parque, que futuramente será um jardim botânico, está em sua primeira fase e já recebeu mais de três mil visitantes.

 O projeto ocupa uma área total de 25 alqueires e foi dividido em sete fases, que devem ser finalizadas em um período de oito a nove anos.

Comuns nos Estados Unidos e Europa, os jardins criados para contemplação da natureza, são muito visitados em todas as épocas do ano, e recebem também diversas atrações culturais. No Amantikir não é diferente. O primeiro Parque brasileiro com esta finalidade tem um enfoque completamente cultural.

Além da contemplação, o local recebe aulas de jardinagem e de artes plásticas, inclusive ao ar livre. Passeios noturnos com leituras de poemas formam o apelo cultural do Parque. E o Tai Chi Chuan é uma atividade permanente, acontecendo todas as manhãs de sábado.

Jardins do AmantikirUm simples passeio nos jardim é capaz de revelar uma sensação de paz e harmonia com a natureza. Esta proximidade fica ainda mais intensa no Amantikir. Árvores nativas da serra da Mantiqueira, como a Araucária e o Manacá da Serra, contrastam com folhagens americanas e flores inglesas. Tudo perfeitamente harmonizado.

São 680 espécies de plantas espalhadas em 22 espaços e divididos em culturas de determinada região do planeta. O objetivo do Amantikir é alcançar a marca de 8 mil variedades.

Neste local em que não são utilizados venenos, percebeu-se um incrível aumento na população de pássaros, que se multiplicaram depois da criação do Parque. Ali foram identificadas 84 espécies de aves, onde 40 são de beija-flores.

Uma pequena loja, que fica na recepção, vende produtos artesanais feitos na escola assistencial da cidade, além de livros e fotos. Futuramente a loja deverá agregar mais artigos relacionados à arte.

Uma das principais atrações do Parque é o Labirinto de Grama, que simboliza em diversas culturas o caminho tortuoso que devemos traçar para crescer interiormente, e serve também como ótimo local de meditação. Estas e outras simbologias são facilmente identificadas no Amantikir, assim como terminologias indígenas e o mais belo pôr-do-sol observado.

O idealizador do conceito afirma: “A natureza se basta”. Ela se adapta e cria recursos para manter sua impressionante beleza. Segundo Walter os jardins falam. “O Parque pediu para ser construído naquele lugar. As plantas pedem para estar em determinados locais”. Esta harmonia entre homem e natureza são os ingredientes que montam este local único chamado Amantikir.

Veja mais Fotos

Lenda de Amantikir
A lenda conta a história da linda Princesa de uma tribo do povo Tupi, que se apaixonou pelo Sol. Encantado pela beleza da moça, o guerreiro de cocar de fogo permanecia com suas luzes sobre ela. E como não se deitava não havia noite e a Lua mal aparecia, provocando um interminável dia. Os pastos se incendiavam, não havia sono e nem sonhos.

A Lua sentindo que perdera seu amor, o Sol, para uma mulher, foi contar a Tupã, que com indignação mandou que se levantasse a mais alta montanha. Ali ficaria confinada a princesa, fora do alcance do Sol. Este sangrou tardes vermelhas e tentou afogar-se no mar.

A princesa chorou rios, minas, nascentes e mananciais de lágrimas. Seu povo então chamou a linda princesa de Amantikir ou Mantiqueira, que significa Serra que Chora.

O Amantikir está aberto todos os dias, das 8 às 17 horas. Eventos esporádicos, como apresentações musicais e de danças acontecem eventualmente nos jardins.

Endereço: Paulo Costa Lenz Cesar, km 2,8 Vila Toriba.

Mais informações
(12) 3662 5044

www.amantikir.com.br

Hotel Vila Inglesa

Seja o Primeiro a Comentar

Sobre o Portal NetCampos

Lançado em Janeiro de 2004, o Portal NetCampos se tornou um dos mais completos Portais sobre Campos do Jordão na internet, oferecendo informações para um público que realmente se interessa e visita a cidade.

Logo NetCampos
Guia Turístico e informativo de Campos do Jordão com dicas de hotéis, pousadas, restaurantes, imobiliárias, passeios e muito mais!
Copyright © 2004-2016 - Portal NetCampos - Av. Januário Miráglia, 2342 - Campos do Jordão - SP 12460-000 - (12) 3663-7321