Tenista de Campos do Jordão entra na chave principal do IPG Open de Tênis

Os organizadores do torneio são Mauro Menezes, que durante anos foi titular da equipe do Brasil na Copa Davis, e Douglas Santana, experiente técnico do esporte

por: Alan Germano ( 4 meses atrás ) - Atualizado: 28/01/2022 08:31

Pela primeira vez em sua história, Campos do Jordão terá um tenista nascido na cidade participando de um torneio internacional de tênis, o IPG OPEN DE TÊNIS, que será disputado na cidade, a partir do próximo domingo (30/01), terminando em 6 de fevereiro.

Ontem, na cerimônia de apresentação em São Paulo, Lucas Muratori recebeu um wild card (convite) dos organizadores para a chave principal, durante cerimônia de apresentação do evento em São Paulo, e o paulista Marcelo Mifano, recebeu wild card para o qualifying.

Marcelo Mifano e Lucas Muratori

O evento aconteceu na Academia MEM TENNIS, onde estiveram presentes dirigentes do banco BV, apresentador do evento, tenistas e autoridades do esporte.

“Estou muito feliz por ter recebido esse wild card, e vou me dedicar ao máximo pela minha cidade. Depois de crescer aqui no Tênis Clube de Campos, é uma honra ser escolhido para entrar direto na chave principal de um evento tão importante. A responsabilidade é grande, mas tenham certeza de que vou me dedicar ao máximo para honrar a minha cidade. É um grande incentivo para a minha carreira profissional”, disse Lucas Muratori.

Além dele, outros seis brasileiros estão garantidos na chave principal: Igor Marcondes, Daniel Dutra da Silva, Pedro Sakamoto, Gilbert Klier Júnior, Oscar José Gutierrez e Gustavo Heide.

O outro convidado, Marcelo Mifano, que estará direto na chave do qualifying, comentou: “O torneio cumpre seu objetivo de oferecer oportunidade a jovens valores do tênis brasileiro. Defender o Brasil é gratificante e estou muito emocionado, depois de 10 anos jogando tênis”.

Os organizadores do torneio são Mauro Menezes, que durante anos foi titular da equipe do Brasil na Copa Davis, e Douglas Santana, experiente técnico do esporte. Eles dirigem o INSTITUTO PRÓXIMA GERAÇÃO, na cidade de Osasco há três anos ensinando tênis a 120 jovens.

“O evento foi criado para oferecer oportunidade aos brasileiros para marcarem pontos no ranking da ATP, podendo, assim, entrar em outros torneios o ano inteiro. E escolher um jogador do Vale do Paraíba para a chave principal, é nosso reconhecimento aos esportistas de Campos e de toda a região”, diz Menezes.

Douglas Santana e Mauro Menezes

Para Santana é mais uma meta alcançada pelo Instituto: “Sempre pensamos em fazer mais e mais pelos tenistas brasileiros. O torneio é uma nova ação que temos certeza será grande sucesso, e que se tornou possível com o apoio do banco BV, que também está conosco no IPG. Wilson e Trousseau também estão ao nosso lado apoiando o evento”.

O IPG OPEN DE TÊNIS pertence à série Future, distribuindo 25 mil dólares em premiação. Além, de tenistas brasileiros, terá a participação de tenistas de mais 10 países: três dos Estados Unidos, dois da Argentina, dois da Alemanha, e um da Colômbia, França, Grécia, Peru, Romênia, Suécia e Tunísia.