Estrada de Ferro Campos do Jordão será beneficiada com uma verba de aproximadamente 12 milhões

O diretor ferroviário da EFCJ, Marcelo Scofano, respondeu várias perguntas de membros da Secretaria de Cultura e Turismo

por: Alan Germano ( 6 meses atrás ) - Atualizado: 22/02/2022 16:29

De acordo com a prefeitura municipal de Pindamonhangaba, a estrada é um símbolo do município e tem papel importante historicamente para fomento turístico da cidade.

A Secretaria de Cultura e Turismo de Pindamonhangaba vem respondendo a vários requerimentos de vereadores, além de demandas do Conselho de Patrimônio Histórico, que vem questionando a situação da estrada.

Segundo o secretário da pasta, Alcemir Palma, a reativação da EFCJ é fundamental para o município.

“Temos uma preocupação latente com esta situação e queremos agir em prol da Estrada de Ferro. Por isso chamamos o diretor, que prontamente nos atendeu, esclareceu a situação, e lamentou a respeito dos furtos de cabos e equipamentos. Também nos inteiramos sobre as providências que estão sendo tomadas pelo Estado de São Paulo para melhorias na Estrada de Ferro Campos do Jordão”, disse.

O diretor ferroviário da EFCJ, Marcelo Scofano, respondeu várias perguntas de membros da Secretaria de Cultura e Turismo, da Ordem dos Advogados do Brasil, além de vereadores. Ele garantiu que a unidade será beneficiada com uma verba de aproximadamente 12 milhões, liberada pelo Governo de São Paulo para licitação de diversas melhorias.

“O encaminhamento da reunião foi sugestão da Câmara de Vereadores, que propõe a criação de uma frente parlamentar em defesa da Estrada de Ferro Campos do Jordão. Com isso, na próxima sexta-feira (25), virá a técnica da Câmara e outros vereadores para efetivarmos essa proposta, para que isso seja aprovado em plenário”, completou Alcemir Palma.

O encontro ainda contou com a presença dos vereadores José Carlos Gomes – Cal (presidente), Júlio César Carneiro de Souza (Julinho Car) e Natanael dos Santos (Tie); presidente da OAB Pinda, Antonio Aziz Boulos; secretário adjunto de Cultura e Turismo, Ricardo Flores; diretor de Turismo, Fábio Vieira; diretora administrativa e financeira da EFCJ, Graziana Siqueira; analista de comunicação da EFCJ, Jean Souza; representante de bairro do Bonsucesso e região, Francisco Carlos Silva; e presidente do Conselho de Patrimônio Histórico de Pindamonhangaba, Ana Maria Guimarães.