Currículo para um trabalho de verão

Um trabalho de verão é uma ótima oportunidade para os estudantes ganharem algum dinheiro extra durante as férias e experiência laboral

por: Alan Germano ( 2 mês atrás ) - Atualizado: 27/06/2022 10:40

Quando você deseja se candidatar a um emprego de verão, compreender como criar um currículo é essencial. Um currículo bem redigido passará uma boa imagem e irá trazer-lhe mais chances de ser chamado para uma entrevista. Neste artigo, mostramos como pode escrever um currículo perfeito para conseguir o trabalho de verão que deseja.

Trabalhos de verão: uma oportunidade para os mais jovens

Um trabalho de verão é uma ótima oportunidade para os estudantes ganharem algum dinheiro extra durante as férias e experiência laboral. Os empregadores costumam valorizar bastante os recém-formados que têm trabalhos de verão no currículo, pelo que isso poderá ser útil para conseguir um trabalho no futuro. Porém, para conseguir um trabalho de verão, você precisará de um currículo.

Primeiros passos para construir um currículo

A primeira coisa a fazer para construir um currículo é ter uma ideia daquilo que pretende para seu documento. Para isso, pode procurar exemplos de currículos na internet, e criar um rascunho com o aspecto visual e alguns conteúdos que pretende para seu currículo.

Assim que tiver uma ideia daquilo que pretende, deve escolher a maneira como o seu currículo será criado: pode baixar um currículo pronto da internet e personalizá-lo com suas informações, usar um gerador de currículos ou criar um documento do zero. A maneira mais fácil é usar um gerador de currículos, pois você terá muitos modelos com aspecto profissional para escolher e poderá criar o documento rapidamente.

Foque-se mais nas habilidades, menos na experiência

A maioria dos candidatos a trabalhos de verão tem pouca ou nenhuma experiência laboral. Se for esse o caso, o currículo deve focar-se naquilo que você sabe fazer, em suas competências. Se é ótimo a trabalhar com computadores, sabe cantar ou dançar, é simpático, tem espírito de liderança ou outras qualidades, crie uma seção de habilidades onde as refere e explica brevemente como as desenvolveu. Você pode descrever tanto habilidades técnicas como pessoais. Escolha as que mais podem ajudá-lo a conseguir uma entrevista.

As pessoas sem experiência de trabalho, não precisam pular a famosa seção de experiência laboral e podem incluir algumas experiências semelhantes como trabalho voluntário, projetos pessoais ou até projetos escolares em que tenham assumido responsabilidade. Isso enriquecerá qualquer currículo.

Seções adicionais

Além das habilidades e da experiência laboral, também deve mencionar o seu percurso acadêmico. Refira os cursos que fez ou que está fazendo, o nome da escola ou universidade e quaisquer realizações que tenha obtido em seu percurso.

Outra seção importante, principalmente se seu trabalho estiver relacionado com turismo ou atendimento ao público, é a de idiomas. Se você fala e escreve inglês, espanhol, francês ou outro idioma, não deixe de mencioná-lo. Em alguns trabalhos, falar uma ou mais línguas estrangeiras é imprescindível.

Também pode adicionar, por exemplo, uma seção de hobbies e interesses, se fizer alguma atividade que lhe traga alguma mais-valia para o trabalho que deseja.

Considere incluir uma carta de apresentação

Apesar de não ser obrigatória, uma carta de apresentação ou motivação demonstrará um pouco da sua personalidade ao recrutador, e transmitirá aquilo que o motiva e o que pode oferecer à empresa. Assegure-se de que tanto a carta de apresentação como o currículo não têm erros ortográficos e gramaticais antes de os enviar.