Dia dos Namorados e vinhos: como escolher rótulos que representem essa data tão especial e fugir de alguns clichês

Sommelier dá dicas de vinhos que trazem uma mensagem muito especial no Dia dos Namorados, com variedades acessíveis e exclusivas.

por: Redação ( 11 meses atrás ) - Atualizado: 09/06/2023 19:14
Tempo de Leitura: 3 minutos

Dia dos Namorados e vinhos são uma combinação perfeita, e disso não há muitas dúvidas. Mas será que é possível comemorar a data e, ainda assim, surpreender na escolha do vinho, fugindo de alguns clichês?

“Os vinhos trazem em si, além do sabor, uma história, e escolher um rótulo especial para celebrar o Dia dos Namorados pode adicionar sim um fator especial e íntimo para a data”, diz Jonas Martins, sommelier e gerente na MMV Importadora, que traz algumas dicas de rótulos que podem surpreender na data e ainda trazer uma mensagem importante para a relação.

Vinhos fortes e marcantes

Um dos maiores clichês no mundo dos vinhos é que mulheres gostam de vinhos mais leves, como rosés e espumantes, ou variedades como pinot noir e carménère. Claro que não existe nenhum problema em apreciar essas variedades, porém há muitas outras possibilidades para trazer um charme todo especial à celebração.

Mulheres de personalidade forte e presente, vencedoras e que estão cada vez mais conquistando o seu merecido espaço podem e devem ser presenteadas com vinhos poderosos, marcantes e bem encorpados.

Uma sugestão é o Venus in Furs, da chilena Vinã La Prometida. Produzido com 50% cabernet sauvignon e 50% syrah, essa especiaria é feita da maceração pré-fermentativa de 25 dias a frio (de 4º C a 10º C) e passa por fermentação com leveduras indígenas e metade das uvas com cacho inteiro. O mais interessante é que, após envelhecimento de 14 meses em barris franceses de segundo uso, a bebida segue mais 4 meses em barris de Kentucky Straight Bourbon Whiskey da destilaria Woodford, que agrega aromas de mel, de carvalho tostado (lembrando exemplares de cachaça brasileira), café e chocolate amargo, e entrega 14,5% de teor alcoólico, poderoso e “quente”.

O nome desse vinho também é um show à parte. É uma homenagem à novela homônima do austríaco Leopold von Sacher-Masoch, que conta a história de uma mulher forte e dominante, o que reflete todo o poder desse rótulo. “Venus in Fur” também é nome de uma música da banda de rock Velvet Underground.

Vinho para um futuro próximo

Para casais que já estejam em via de unir os colchões e começar a constituir família, uma boa dica de Martins é o Fortunatus Reserva de Família Cabernet Sauvignon, da Alta Roble, também no Chile.

Além da brincadeira com o nome “Família”, esse vinho tem uma estrutura presente e representa a força necessária para um passo tão importante na vida de um casal. Sendo 100% cabernet sauvignon, é um vinho de cor vermelho-rubi com matizes violáceos. O nariz é complexo, com aromas de ameixa, cereja preta, alcaçuz, baunilha, chocolate e alcatrão. Em boca é muito estruturado, firme, com taninos muito presentes e bem resolvidos, com final de boca que remete a caramelo e cereja em calda.

“Um colosso, vinho único, assim como é cada relação e cada família”, lembra o sommelier.

Vinho mais “caliente”

O Dia dos Namorados também é uma data sedutora, para os casais se curtirem e celebrarem o relacionamento, digamos, com mais “calor”. Assim, uma bebida exclusiva e marcante pode ser um diferencial.

Pensando nisso, o uruguaio Varela Zarrans Roble Fusion safra 2020 entra como uma boa dica de um vinho muito sedutor e enigmático. Produzido com 50% cabernet sauvignon, 30% tannat e 20% merlot, é complexo e cheio de nuances, de cor vermelho-rubi com reflexos violáceos; complexo ao nariz, destacando-se frutas vermelhas e escuras, como cereja, morango, ameixa, mirtilo e cassis, com notas de pimenta ementoladas, com fundo de caramelo e baunilha. Em boca tem muita presença, é robusto, mas de fácil compreensão — final longo.

Outro vinho é o Inserrata Inebriante, produzido na Toscana, Itália. Só o rótulo e a garrafa desse vinho já são um show à parte, e ele é tão exclusivo porque tem produção limitada: é como se fosse uma joia, que deve ser apreciada e exibida. Um rosé 100% sangiovese (sim, rosés exclusivos podem entrar na lista), com cor clara que esconde a complexidade que encontramos com o vinho na taça. Aromas de cranberry, toranja, pêssego, lichia, morango silvestre, folha de tomate e leve mineral, como pedras molhadas. Em boca tem bastante estrutura, o cítrico e o mineral apresentam uma potência enorme para um rosé, mostrando a força da Sangiovese e de San Miniato para vinhos frescos.

“Todos esses rótulos certamente transformarão seu Dia dos Namorados em uma ocasião ainda mais especial, e as mensagens que cada rótulo traz são sim uma importante maneira de celebrar um belo relacionamento”, reforça Jonas Martins.

Arte no Outono – 14 Bis Eletro Acústico

Arte no Outono – 14 Bis Eletro Acústico

O “14 Bis Eletro Acústico” celebra os 45 anos de carreira da 14 Bis, como um retorno às...

Toriba Musical – Marco Bernardo

Toriba Musical – Marco Bernardo

A programação musical do Hotel Toriba, sob a DIREÇÃO ARTÍSTICA DE ANTONIO LUIZ BARKER, é...

Arte no Outono – Família Intimidade

Arte no Outono – Família Intimidade

Para encerrar o 3º Festival Arte no Outono com alegria e celebrar os 150 anos da cidade...

Toriba Musical – Itália na Mantiqueira (3)

Toriba Musical – Itália na Mantiqueira (3)

A programação musical do Hotel Toriba, sob a DIREÇÃO ARTÍSTICA DE ANTONIO LUIZ BARKER, é...