Encerramento do 51º Festival de Verão e Inverno de Campos do Jordão

a Osesp e o maestro costa-riquenho Giancarlo Guerrero encerram a agenda de Campos do Jordão com um programa dedicado à América Latina.

por: Alan Germano ( 11 meses atrás ) - Atualizado: 01/08/2021 20:25

Aconteceu neste domingo (1) o encerramento da 51º Festival de Verão e Inverno de Campos do Jordão, com um formato especial, 100% online e com anúncio de duas edições anuais a partir de 2022, o de inverno que ocorreu neste mês de julho em Campos do Jordão e São Paulo, e o de Verão que está programado para acontecer de 15 de janeiro a 13 de fevereiro de 2022.

No último sábado 31 de julho, penúltimo dia das apresentações, foi marcada pelo recital dos professores e alunos desta edição e com a apresentação da Banda Mantiqueira no Auditório Claudio Santoro. Já neste domingo (1), último dia do festival, teve inicio com uma das tradições do festival: um concerto dedicado à música barroca. Nesta apresentação, os bolsistas, dirigidos pelo maestro e violinista Luis Otávio Santos e com a participação da cravista Isabel Kanji, interpretam obras de Telemann, Vivaldi e Bach (1º, 11h).

Ainda no Auditório Claudio Santoro, a Osesp e o maestro costa-riquenho Giancarlo Guerrero encerram a agenda de Campos do Jordão com um programa dedicado à América Latina, com músicas de Sierra, Estévez e Piazzolla – 1º, 16h30, com transmissão digital também pelo YouTube da Osesp, e às 19h, a Brasil Jazz sinfônica realizou apresentação de encerramento na Sala São Paulo.

O último dia do Festival contou também outra tradição: a entrega do Prêmio Eleazar de Carvalho, contemplando o bolsista que mais se destacou nesta edição e concedendo a ele uma bolsa de US$ 1.400,00 (um mil e quatrocentos dólares) mensais para estudar por um período de até nove meses em uma instituição estrangeira de sua escolha, além de cobrir as despesas de translado entre o Brasil e o exterior.

Além dessa tradicional premiação, foi entregue ainda outras quatro: uma vaga na Academia de Música da Osesp (com bolsa de estudos) e três convites – prêmio concerto – para realizar performances solo na próxima edição do Festival.  

O primeiro prêmio concerto, foi para o músico, violinista de 20 anos, da cidade de Salto – SP, Guilherme Peres, o segundo músico a receber o prêmio concerto, foi a Violoncelista de 24 anos, Nathalia Sudário, da cidade de Arujá – SP, e o terceiro músico que recebeu o prêmio concerto foi a percussionista, de 24 anos, da cidade de Salesópolis – SP, Andressa Daniella.

Dando sequencia nas premiações desta edição, o jovem violinista de 25 anos, Thierry de Lucas da cidade de Goiânia – GO, foi contemplado com o prêmio Yulianna Avdeeva, infelizmente por alguns contratempos, Thierry não pode estar presente na cerimônia de premiação.

Foram premiados ainda neste domingo (1), o músico Tubista, de 24 anos, Wellington da Silva França, de Manaus – AM, com o Prêmio Academia de Música da Osesp e o grande Prêmio Eleazar de Carvalho, foi para o músico contrabaixista de 28 anos, Jhonatas Carmo de Florianópolis – SC.

Todas as apresentações seguem respeitando rigorosamente os protocolos de segurança e saúde, bem como as restrições em vigor nas respectivas cidades. São formatos reduzidos de orquestras, com ênfase na música de câmara, e com, no máximo, 1h de duração.  Foi anunciado ainda, a edição de Verão do Festival de Verão e Inverno de Campos do Jordão, que está programado para acontecer de 15 de janeiro a 13 de fevereiro de 2022.

Acompanhe abaixo a transmissão de encerramento do 51º Festival de Verão e Inverno de Campos do Jordão.