Campos do Jordão, 19 de agosto de 2019.

abr
01
2019

Casa da Xilogravura em Campos tem Fachada Tombada pelo Patrimônio Histórico

por: - Atualizado: 01/04/2019 19:55

Na manhã da última quinta-feira, 28 de Março, a Casa da Xilogravura em Campos do Jordão recebeu uma honrada homenagem.

O espaço teve sua fachada tombada pelo Patrimônio Histórico Cultural.

A solenidade contou com a presença do Professor Antonio Costella, do Prefeito Fred Guidoni e do Secretário Municipal de Cultura Benílson Toniolo.

Segundo o secretário, a prefeitura propôs que o tombamento pudesse incluir somente a fachada do prédio, pois isso não impede que o museu continue se expandindo e ganhando novos ambientes. Porém a fachada irá manter-se inalterada.

“Neste ato que fizemos hoje, com a presença do Prefeito Fred, nós garantimos e preservamos que a fachada de Floriano Rodrigues Pinheiro será para sempre preservada. Não se pode mexer mais nesta fachada”. Afirma Benilson.

Ouça a entrevista:

Localizada em Campos do Jordão, a Casa da Xilogravura é o primeiro museu de xilogravuras do Brasil e possui um riquíssimo acervo de obras nacionais e internacionais.

Incluindo diversas peças que contam a história da xilogravura, bem como sua evolução e importância para a humanidade. O que inclui sua prática como ferramenta de multiplicação da informação e sua utilização como expressão artística.

Em seu discurso, o Professor Antonio Costella, lembrou-se de quando era criança, passou pela primeira vez em frente ao prédio, e ficou olhando aquela fachada. Passados muitos anos, hoje o prédio recebeu esta homenagem para a história e cultura da cidade. Fazendo uma análise de todo este tempo ele disse:

“Passeou muito rápido. Ninguém me avisou que a gente envelhecia tão rápido. Mas enfim foi muito bom. Acho que a vida vale a pena. E que afinal de contas nada melhor na vida do que fazer aquilo que se gosta. E como o museu é resultado de uma paixão, daquilo que sempre gostei de fazer: Foi uma festa. Fico muito contente.”

Sobre o tombamento da Casa da Xilogravura, o professor falou que o museu vai muito além da vida dele e de sua esposa, que fundaram o espaço”

“O museu é algo que quer viver e que quer viver longamente. O museu é uma coisa que se pensa em termos de séculos. Então vai muito além da vida de uma pessoa, da minha e da minha mulher. Então na medida em que o museu vai passar pra USP para que justamente ele perdure e continue prestar o serviço dele, é muito importante que sempre haver uma preocupação como passado, com a preservação deste passado. E este ato de tombamento da fachada é um ato que mostra essa preocupação com preservação da história do passado. Quer dizer, é algo que se emana a nossa preocupação central que e a perpetuação do museu.

Ouça a entrevista:

Histórico do prédio que abriga a casa da Xilogravura

Em 1928 o prédio foi construído por Floriano Rodrigues Pinheiro. O espaço abrigou o Hotel Belo, primeiro hotel de Campos do Jordão. O local também sediou o Mosteiro das Irmãs Beneditinas. Em 1978 o Professor Costela adquiri a casa e funda a Editora Mantiqueira. Em 1987 o Professor leva seu acervo de obras para local e dá início ao Museu Casa da Xilogravura.

Veja mais sobre a Casa da Xilogravura em Campos do Jordão

Hotel Vila Inglesa

Seja o Primeiro a Comentar

Sobre o Portal NetCampos

Lançado em Janeiro de 2004, o Portal NetCampos se tornou um dos mais completos Portais sobre Campos do Jordão na internet, oferecendo informações para um público que realmente se interessa e visita a cidade.

Logo NetCampos
Guia Turístico e informativo de Campos do Jordão com dicas de hotéis, pousadas, restaurantes, imobiliárias, passeios e muito mais!
Copyright © 2004-2016 - Portal NetCampos - Av. Januário Miráglia, 2342 - Campos do Jordão - SP 12460-000 - (12) 3663-7321