Investimento em Portugal pode atrair a atenção de brasileiros

Cristina Maya, youtuber e idealizadora do canal Vamu Ver! apresenta um case de investimento para quem busca se mudar de vez para Portugal

por: Alan Germano ( 2 mês atrás ) - Atualizado: 30/11/2021 12:29

Morar em Portugal tem se mostrado uma boa alternativa para os brasileiros que buscam deixar a crise que atingiu o Brasil durante a pandemia de Covid-19. Mas para isso, é necessário saber exatamente quais as formas legais de entrar no país.

A mais conhecida é através do Visto D2, destinado para quem vai empreender ou realizar uma atividade profissional na região. Para abrir um negócio em Portugal é importante fazer um planejamento, além de possuir uma conta aberta no país, pois faz parte da estrutura solicitada por essa modalidade de visto. Quem opta pelo D2 pode reagrupar os familiares, levando também cônjuge e filhos.

Cristina Maya, youtuber e idealizadora do canal Vamu Ver! apresenta um case de investimento para quem busca se mudar de vez para Portugal. A Hamburgueria Qwazi fica localizada na região do Algarve, local conhecido pela quantidade de turistas que à visitam durante o verão.

O proprietário, Paulo Jesuíta, relata que mesmo em períodos fora da temporada de turismo, o restaurante mantém o lucro estável. “Sempre trabalhamos mais para o público português, tendo em vista que durante o outono e inverno o Algarve não possui tanto movimento, nós geralmente investimos nossos esforços no público local. Por esse motivo, conseguimos manter os lucros praticamente estáveis durante a pandemia”, revela o empresário.

Ao ser questionado por Cristina sobre os diferenciais do empreendimento, Paulo destaca que a variedade e a qualidade dos ingredientes são fundamentais e reconhecidas por praticamente todos os clientes. “Carne sempre fresca, jamais congelada. Os legumes e as verduras são comprados todos os dias e temos uma variedade muito grande de pães e carnes, trabalhando com um leque de 26 hambúrgueres variados com carne de boi, frango, além das opções vegetarianas”, destaca.

O dono da Qwazi busca um valor de 650 mil euros pelo imóvel e todos os itens que estão dentro da hamburgueria. “Além da hamburgueria temos um espaço ao lado, que tem ainda mais capacidade. Todos os equipamentos vão junto, além é claro, do imóvel. É só pegar a escritura e, no dia seguinte, o faturamento está garantido”, pontua.

Ana Paula, proprietária da Capital Imóveis detalha os procedimentos que podem ser tomados para a solicitação de um visto português a partir do investimento na Qwazi. “Além do Visto D2, destinado para quem busca empreender em Portugal, também é possível solicitar o Visto Gold, designado para quem quer investir no setor imobiliário. Tendo em vista que apenas o imóvel que abriga a Qwazi chega aos 500 mil euros, atendendo uma exigência para a solicitação desse tipo de visto”, relata.

A corretora de imóveis conta que a melhor opção nesse caso especifico, é optar pelo Visto D2. “É um excelente investimento para o Visto D2, pois o faturamento não vai ser um pressuposto. O imóvel já vai ser adquirido com o faturamento registrado, apenas dando continuidade a um trabalho que já se mostra um sucesso na região e principalmente nas redes sociais”, revela Ana Paula.

Para os que buscam detalhes ou até mesmo uma ajuda na hora de realizar esse investimento, Cristina Maya e Ana Paula revelam que a Capital Imóveis possui uma equipe jurídica pronta para assessorar os brasileiros que quiserem solicitar o seu Visto D2 através do empreendimento.

Já encerrando, Cristina mostra otimismo para quem for investir no negócio. “Quem assumir esse imóvel, com esse comércio, que dê o seu sangue assim como Paulo e sua família deram. Que multiplique a história desse lugar incrível, com bastante prosperidade. Venha fazer o seu nome aqui em Lavras, no Algarve”, finaliza a idealizadora do ‘Vamu Ver!’.